Atualizamos a nossa Política de Privacidade, clique aqui para revê-la agora.

12 Razões para se sentir motivado a fazer exercício físico

Print
12 Razões para sentir motivado a fazer exercício

1. Coração em forma

Envolver-se numa atividade cardiovascular é bom para o coração. O coração é um músculo, e obriga-lo a trabalhar mais ativamente alguns dias por semana pode ajudar a melhorar seu débito cardíaco. Se se envolver em atividades cardiovasculares regulares, pode diminuir a frequência cardíaca em repouso, o que benéfico para o seu bem-estar a longo prazo.

 

2. Pele brilhante

Quando faz exercício físico, aumenta o fluxo sanguíneo por todo o corpo. O brilho existente na pele após o treino pode não durar o dia todo, mas vai ter uma aparência radiante assim que terminar a sua sessão, algo que vai fazer com que se sinta bem.

 

3. Melhor Postura

Fazer exercício físico regularmente pode ajudar a que tenha mais consciência da sua postura. À medida que ganha confiança no seu corpo e mais consciência dos movimentos, ganha uma melhor perceção do que sente ser o mais adequado para o seu corpo. Uma má postura pode tornar-se um mau hábito do passado. Manter uma boa postura vai trazer-lhe ainda um bónus adicional -  vai parecer mais alto.

 

4. Menos dores e sofrimento

Se tem articulações doridas e rígidas, provocadas por estar sentado o dia todo, começar a mover-se com mais frequência vai ajudar a aliviar essa rigidez. As articulações que trabalham pouco tendem a provocar dor. Quando começar a mexer-se regularmente, a sua amplitude de movimentos vai melhorar, facilitando assim a sua movimentação na sua vida quotidiana.

 

5. Melhor composição corporal

Quando o exercício físico regular começar a fazer parte do seu estilo de vida, vai começar a notar diferença na forma como se sente. Pode perder excesso de gordura corporal e ganhar massa muscular, o que é ótimo para a sua aparência e, também vai ajudar o organismo a queimar calorias mais eficazmente. Alguém que tenha uma alta percentagem de massa muscular queima mais calorias apenas para a manter, do que alguém que tenha uma maior percentagem de gordura corporal.

 

6. Sinta-se mais feliz

Treinar pode fazer com que se senta mais feliz no seu dia a dia. Uma das razões, é porque o corpo libera uma maior quantidade de endorfinas quando está ativo. As endorfinas são as hormonas da felicidade produzidas pelo organismo. Pode também sentir-se mais feliz porque está a cuidar bem do seu corpo. Essa sensação de realização geralmente faz com que tenha uma maior sensação de bem-estar.

 

7. Controle o seu peso

O exercício pode ajudar a evitar o excesso de peso e ajudar a manter a perda de peso. Quando se dedica à atividade física, queima calorias. Quanto mais intensa a atividade, mais calorias queima.

 

8. Mais energia

A atividade física regular pode melhorar a sua força muscular e aumentar a resistência. Quando pratica exercício, o corpo fornece oxigénio e nutrientes aos tecidos para ajudar o sistema cardiovascular a trabalhar de forma mais eficiente. Quando o coração e pulmões funcionam mais eficazmente, tem mais energia para realizar as suas tarefas diárias.

 

9. Reforça o funcionamento cerebral

Praticar exercício físico regularmente pode ajudar a melhorar o funcionamento cerebral. Vários estudos revelaram que o exercício cardiovascular pode criar novas células cerebrais (neurogénese) e melhorar o desempenho geral do cérebro. Estudos sugerem que um treino mais difícil pode também aumentar os níveis de uma proteína derivada do cérebro (conhecida como BDNF - Fator Neurotrófico Derivado do Cérebro). Acredita-se que a BDNF ajuda na tomada de decisões e numa maior aprendizagem.

 

10. Menos stress

O exercício físico pode atuar como uma distração e alívio temporário para o stress diário. Quando está a praticar exercício físico ou a divertir-se nalguma atividade, não pensa nas dificuldades do dia. Reservar algum tempo durante o dia para se concentrar em si mesmo, pode aliviar a sensação de stress. Menos stress pode também ajudar na perda de peso, já que muitas pessoas recorrem a alimentos pouco equilibrados como uma forma de combater o stress do dia a dia.

 

11. Conhecer novas pessoas

A atividade física proporciona uma oportunidade de interação social que, de outra forma, poderia não acontecer. Iniciar uma nova atividade pode ajudá-lo a encontrar um novo círculo de amigos ou proporcionar-lhe uma oportunidade mais saudável para se voltar a relacionar com antigas amizades. Normalmente quando queremos socializar saímos para comer, mas praticar uma atividade é uma opção muito melhor para a sua cintura.

 

12. Dormir melhor

Ser ativo pode ajudar a melhorar o sono por vários motivos. O exercício físico aumenta a temperatura do corpo. À medida que a temperatura volta ao normal, pode ajudá-lo a sentir-se relaxado e pronto para dormir. Como a atividade pode ajudar a reduzir os seus níveis de stress, praticar exercício físico à noite pode ser uma opção mais fácil.

 

 

1. Coração em forma

Informações adicionais: as adaptações cardiovasculares para o exercício incluem, entre outras, o aumento do débito cardíaco, a redução da resistência ao fluxo sanguíneo e a capacidade aprimorada de resistência à fadiga graças à maior eficiência do coração. A especificidade do exercício é importante para melhorar a eficiência cardiovascular; participar em exercícios cardiovasculares regulares (por exemplo, caminhada rápida, jogging, ciclismo, natação) impactará positivamente o coração, o sistema vascular e os pulmões em maior extensão do que a realização de exercícios de força ou flexibilidade. O exercício cardiovascular regular é eficaz no tratamento da hipertensão, assim como na prevenção do seu desenvolvimento.7 Além disso, o exercício crónico e os hábitos alimentares adequados podem melhorar a pressão arterial, o colesterol (por exemplo, LDL-C, HDL-C) e os níveis de triglicerídeos no sangue. O efeito cumulativo do exercício reduz o risco de doença cardiovascular (DCV) - um termo guarda-chuva para mais de 20 doenças do coração.7

1. McArdle, W.D., Katch, F.I., & Katch, V.L. (2015). Capacidade funcional do sistema cardiovascular. Fisiologia do Exercício: Nutrição, Energia e Desempenho Humano (8ª Ed.) (Pp 344-345). Baltimore, MD: Walters Kluwer Health.

2. Haff, G.G., & Triplett, N.T. (2016). Essentials of Strength Training and Conditioning (4ª Ed.) (P. 87-134). Champaign, IL: Human Kinetics.

3. Nieman, D. (2011). Doença cardíaca Testes de exercícios e prescrição (7ª ed.) (Pág. 299-350). Nova Iorque, NY: McGraw-Hill.

 

2. Pele brilhante
Quando faz exercício físico, aumenta o fluxo sanguíneo por todo o corpo. O brilho existente na pele após o treino pode não durar o dia todo, mas vai ter uma aparência radiante assim que terminar a sua sessão, algo que vai fazer com que se sinta bem.

 

Afirmação com base na experiência, mas o exercício cárdio acima, suporta uma declaração de fluxo sanguíneo aumentada.

 

3. Melhor Postura

Informações adicionais: de acordo com a clínica de mayo; O exercício físico, em particular, o alongamento pode ajudar com o alívio da dor e as questões de postura, especialmente a síndrome da cabeça dianteira.

Jornal: carta de saúde da Mayo Clinic (ed. Inglesa) ISSN: 0741-6245 Data: 08/01/2013

Volume: 31

Número: 8

Página 1

 

 

4. Menos dores e sofrimento

Informações adicionais: o exercício de resistência de intensidade moderada realizado com a amplitude de movimento adequada pode aumentar a espessura da cartilagem. Se a sobrecarga progressiva adequada for executada, o exercício extenuante não conduzirá a doença degenerativa das articulações. De fato, o risco de desenvolver osteoartrite pode ser reduzido mantendo ou aumentando a força muscular através do exercício de resistência. Essa adaptação do tecido conjuntivo resultante do exercício levará a maiores capacidades funcionais.

Haff, G.G., & Triplett, N.T. (2016). Essentials of Strength Training and Conditioning (4º Ed.) (Pp. 87-134). Champaign, IL: Human Kinetics.

Garber, C.E., Blissmer, B., Deschenes, M.R., Franklin, B.A., Lamonte, M.J., Lee, I., ... Swain, D.P. (2011).

 

Quantidade e qualidade do exercício para o desenvolvimento e manutenção da aptidão cardiorrespiratória, musculoesquelética e neuromotora em adultos aparentemente saudáveis: orientação para o exercício de prescrição. Medicina e Ciência em Desportos e Exercícios, 43 (7), 1334-1359.

 

 

5. Melhor composição corporal

Informações adicionais: Ter uma alta percentagem de massa muscular requer mais calorias apenas para se sustentar do que alguém do mesmo peso que tenha uma maior percentagem de gordura corporal.

A composição corporal, ou a quantidade de massa gorda e sem gordura que uma pessoa possui podem ser alteradas pelo exercício; níveis mais altos de massa livre de gordura estão associados a um menor risco de mortalidade por todas as causas, enquanto que níveis mais altos de gordura abdominal estão associados a um maior risco para a saúde.

1. Nieman, D.C. (2011). Testes de exercício e prescrição: uma abordagem relacionada à saúde (7ª ed.). Nova Iorque, NY: McGraw Hill.

2. Garber, C.E., Blissmer, B., Deschenes, M.R., Franklin, B.A., Lamonte, M.J., Lee, I., ... Swain, D.P. (2011). Quantidade e qualidade do exercício para o desenvolvimento e manutenção da aptidão cardiorrespiratória, musculoesquelética e neuromotora em adultos aparentemente saudáveis: orientação para o exercício de prescrição. Medicina e Ciência em Desportos e Exercícios, 43 (7), 1334-1359.

 

 

6. Sinta-se mais feliz

info: a melhoria do humor induzido pelo exercício ocorre após períodos fortes de exercícios em populações clínicas, bem como populações não clínicas. Os indivíduos que se exercitam regularmente tendem a revelhar uma maior melhoria no humor após o exercício, em comparação com indivíduos que não estão regularmente ativos.

Buckworth, J., Dishman, R.K., O'Connor, P.J., & Tomporwoski, P.D. (2013). Psicologia do Exercício (2ª ed.). Champaign, IL: Human Kinetics.

Reed, J. & Ones, D.S. (2006). O efeito do exercício aeróbico agudo sobre o efeito ativado positivo: uma meta-análise. Psicologia do desporto e exercício, 7, 477-514.

 

 

7. Controle o seu peso

Ciência de suporte: Um dos grandes benefícios do HIIT é o quão eficiente é o tempo gasto no exercício e as calorias queimadas. O HIIT dá origem a uma eliminação de calorias pós-exercício superior em comparação com o exercício de estado estacionário com uma intensidade moderada devido ao EPOC (Exercício pós-consumo de oxigénio). O EPOC é a quantidade de oxigénio necessária para restaurar o organismo ao seu nível normal de repouso da função metabólica. A magnitude do EPOC é determinada principalmente pela duração e intensidade do exercício; O exercício prolongado e de maior intensidade tende a gerar um EPOC maior (isto é, gasto calórico pós-exercício). Este tipo de treino pode ser especialmente importante para os indivíduos que se esforçam para modificar a composição corporal e / ou a massa como resultado do aumento do metabolismo por um longo período de tempo.

1. Borsheim, E., & Bahr, R. (2003). Efeito da intensidade do exercício, duração e modo no consumo de oxigênio pós-exercício. Medicina do desporto, 33 (14), 1037-1060.

 

8. Mais energia

** Ver cárdio acima.

 

9. Impulsionar o poder do cérebro

Ciência de suporte: para além da melhoria em termos emocionais e de humor, os períodos de exercício podem ter um impacto positivo na cognição. As mudanças induzidas pelo exercício na função cognitiva foram observadas ao longo da vida, sendo os efeitos mais notórios em crianças e em adultos mais velhos. Muitos estudos examinaram a relação entre o exercício e a cognição; há evidências suficientes para apoiar a relação positiva entre o nível de aptidão física e o desempenho cognitivo.

Buckworth, J., Dishman, R.K., O'Connor, P.J., & Tomporwoski, P.D. (2013). Psicologia do Exercício (2ª ed.). Champaign, IL: Human Kinetics.

 

10. Menos stress

** Veja dica 6, mesma referência.

 

11. Conhecer novas pessoas

** Com base na experiência, não são necessárias provas.

 

12. Dormir melhor

Informação de suporte:

O exercício é muitas vezes considerado uma abordagem não farmacológica que poderia ter efeitos benéficos sobre o sono. Isto é apoiado por estudos epidemiológicos que mostram uma associação entre o exercício auto-relatado e o melhor sono. Além disso, algumas evidências indicam que os indivíduos em forma física a nível aeróbico têm latências de início do sono mais curtas, menos tempo de despertar após o início do sono e maior eficiência no sono do que os seus pares sedentários.

D.L. Sherrill, K. Kotchou, S.F. Quan

Associação de atividade física e distúrbios do sono humano

Arch Intern Med, 158 (1998), pp. 1894-1898

Integre o consumo de produtos Herbalife numa alimentação equilibrada e variada, como parte de um estilo de vida ativo e saudável. Consulte o rótulo de cada produto e siga o seu modo de emprego. Não exceda as doses recomendadas e mantenha os produtos longe do alcance de crianças.
Copyright © Herbalife International, S.A. Não é permitida a reprodução parcial ou total sem autorização por escrito. Todos os direitos reservados. Todas as marcas registadas e imagens de produtos exibidas neste site, salvo indicação contrária, são propriedade da Herbalife International, Inc.
 
A Herbalife é Signatária do Código de Ética das Associações de Venda Directa (SELDIA), e Membro do:
 
  • IPVD
  • FIOVDE
  • FSE
  • IADSA
  • SELDIA
  • WFDSA


pt-PT | 17-11-2018 15:59:45 | NAMP2HLASPX01