Conhece os hidratos de carbono?

Print
Conhece os hidratos de carbono?

Hidratos de Carbono explicados

Quando digo “hidratos de carbono”, provavelmente pensa em alimentos amiláceos como massa, pão, arroz e batatas. E está certo. Mas também estaria igualmente certo se pensasse em fruta ou vegetais. E também estaria certo se pensasse em açúcar, mel, compotas, … ou até mesmo num copo de leite. E estaria certo porque muitos alimentos são fonte de hidratos de carbono, o que também é bom. Quando se trata de pôr o corpo a trabalhar, a primeira escolha do organismo para obter combustível não é gordura, nem a proteína, mas sim, os hidratos de carbono.

Nós obtemos os hidratos a partir de uma vasta gama de alimentos, mas, evidentemente, uns são melhores para nós do que outros. Daí que algumas pessoas se refiram aos diferentes hidratos como ‘bons’ ou ‘maus’. Hidratos de carbono “bons” são os que são menos processados, por exemplo, alimentos como frutas, legumes, laticínios, leguminosas e cereais integrais. Os lacticínios pertencem a esta categoria uma vez que o leite magro, o iogurte e o requeijão fornecem hidratos de carbono sob a forma de açúcares naturais.

O outro motivo pelo qual estes hidratos são “bons” é porque fornecem ao corpo mais do que energia. Fornecem também vitaminas e minerais e, no caso da fruta, legumes, leguminosas e cereais, também fornecem alguma fibra.

Por outro lado, os hidratos “maus” refinados e muito processados, como o açúcar, bolos, arroz branco, pão branco, cereais, massa e bolachas têm pouco mais a oferecer do que calorias. É por isso que deve preferir fruta, legumes, cereais integrais e leguminosas para satisfazer a sua necessidade diária de hidratos de carbono.

Que quantidade consumir?

Às vezes perguntam-me qual a quantidade de hidratos de carbono que devem ingerir diariamente. Não é uma pergunta fácil de responder. A quantidade a ingerir depende, em grande parte, da quantidade de calorias que queima diariamente, e também depende do seu nível de atividade diária. Em termos gerais, sugere-se que aproximadamente 40% do consumo diário de calorias seja composto por hidratos de carbono. No entanto, se pratica muito exercício físico, poderá ter de ingerir mais hidratos de carbono. Algumas pessoas optam por uma alimentação pobre em hidratos de carbono para perder peso. Quando o consumo de hidratos de carbono é deficiente, deixa de fornecer ao corpo a quantidade suficiente para manter um estilo de vida ativo. Lembre-se de que pode facilmente ultrapassar o limite recomendado de ingestão de hidratos de carbono sem dar conta, se os seu consumo for feito à base de alimentos menos equilibrados, como sobremesas, bebidas gaseificadas, pão branco, bolachas ou batatas fritas. Como tal, aposte nos hidratos de carbono “bons”. Fruta, legumes, cereais integrais, leguminosas e laticínios devem ser as fontes principais de hidratos de carbono na sua alimentação.

Lembre-se de que as necessidades de hidratos de carbono variam de pessoa para pessoa. Se, por exemplo, pratica muito exercício de resistência, quase todos os dias da semana, pode necessitar de uma percentagem maior de calorias provenientes de hidratos de carbono, de forma a manter o seu nível elevado de atividade.

Por Susan Bowerman, Diretora de Formação em Nutrição da Herbalife.

Integre o consumo de produtos Herbalife numa alimentação equilibrada e variada, como parte de um estilo de vida ativo e saudável. Consulte o rótulo de cada produto e siga o seu modo de emprego. Não exceda as doses recomendadas e mantenha os produtos longe do alcance de crianças.
Copyright © Herbalife International, S.A. Não é permitida a reprodução parcial ou total sem autorização por escrito. Todos os direitos reservados. Todas as marcas registadas e imagens de produtos exibidas neste site, salvo indicação contrária, são propriedade da Herbalife International, Inc.
 
A Herbalife é Signatária do Código de Ética das Associações de Venda Directa (SELDIA), e Membro do:
 
  • IPVD
  • FIOVDE
  • FSE
  • IADSA
  • SELDIA
  • WFDSA


pt-PT | 17-12-2017 13:26:48 | NAMP2HLASPX01